Perguntas Frequentes

O que é o SCOBY ou mãe do kombucha?

A mãe do kombucha, como é popularmente conhecida, é uma colônia simbiótica de bactérias e leveduras. Sua composição é celulose e nela habitam em simbiose mais de 30 tipos de bactérias e leveduras diferentes, inclusive, muitos desses organismos compatíveis com a nossa flora intestinal. SCOBY significa Symbiotic Culture Of Bacteria and Yeast ou, em português, Cultura Simbiótica de Bactérias e Leveduras.

O kombucha é uma bebida segura?

Seguindo os padrões de produção, a colônia e a bebida sempre estarão em meio ácido, pH abaixo de 4,5, que é o que garante a segurança alimentar da bebida. Organismos patogênicos não sobrevivem nesta faixa de acidez.

O kombucha é alcoólico?

Durante o processo de fermentação do kombucha, devido a presença de açúcares e leveduras, sempre haverá a formação de álcool. Assim, quanto mais açúcar, até mesmo de frutas, tiver na composição, maiores serão as chances de apresentar teor alcoólico superior a 0,5%. Porém, na cultura de organismos de kombucha, contamos com bactérias que se alimentam de álcool e faz a transformação do álcool em ácido acético, originando o sabor levemente avinagrado do kombucha.

Quando a fermentação acontece de forma controlada, é possível prever o quanto de álcool será gerado e assim, dirigir o processo fermentativo para que todo (ou quase todo) álcool seja transformado em ácido acético garantindo que o teor fique abaixo de 0,5%. Sempre pergunte ao produtor qual o teor alcoólico do kombucha produzido.

Quais são as principais leveduras e bactérias que estão presentes no kombucha?

Por ser uma colônia selvagem de bactérias e leveduras, a composição da microbiota da colônia pode variar bastante. Porém há uma lista dos gêneros mais comuns de organismos encontrados em todo kombucha:
- Acetobacter
- Saccharomyces
- Brettanomyces
- Lactobacillus
- Gluconacetobacter kombuchae
- Zygosaccharomyces kombuchaensis

É normal a garrafa de kombucha vazar ou explodir ao abrir?

Não. Durante todo o processo fermentativo, todo o açúcar que for adicionado, inclusive de frutas, irão se transformar em componentes que trarão as características da bebida, inclusive, muito gás carbônico. Assim, quanto mais doce for o kombucha, mais gás será gerado. Estamos trabalhando intensamente na orientação aos produtores para controlem suas fermentações, mas ainda existem casos de problemas e isso sempre deve ser comunicado ao produtor.

O kombucha é probiótico, remédio ou curativo?

O kombucha é uma alternativa saudável e natural a outras opções existentes de bebidas. Legalmente não é considerado probiótico, remédio ou curativo pois não há comprovações de estudos brasileiros científicos sobre a eficácia do consumo.

Ficou com mais dúvidas? Escreva para nós!

Estamos à disposição para esclarecer eventuais dúvidas sobre a bebida

Receba nossas novidades!

Inscreva-se na nossa lista. Fique tranquilo, não enviamos spam.